learnex

Pastoral: Tenham cuidado
Escrito por Moises Santos
Qua, 28 de Setembro de 2011 09:57
PDF Imprimir E-mail

“Tenham cuidado para que ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo.” Colossenses 2:8.

Vivemos uma época em que a informação está a disposição de todos. Antes sabíamos se uma pessoa era estudiosa pela freqüência dela nas bibliotecas, por estarem sempre com um livro, pelas notas que tiravam nas avaliações e até pelo tipo de conversa que desenvolviam logo se percebia quem eram os interessados no conhecimento. Hoje a informação está em todo o lugar, vários meios querem chamar a atenção e mostrar credibilidade, apresentam novidades para estarem em destaque e saírem da mesmice. Claro que na internet encontramos muita informação e várias pessoas se colocam a disposição para apresentarem suas teses, darem seus alertas e ditarem uma nova onda de pensamento, na qual esperam estar mobilizando um número considerável de seguidores. Mas em meio a tanta informação, é preciso saber filtrar o que se lê, se ouve e se vê. O Filtro do cristão é a Bíblia, nela encontramos os ensinos que nos ajudam a ajustar nossas idéias nos revelando o que Jesus faria em nosso lugar. Nossas decisões sempre serão com paz se antes de decidirmos, orarmos nos colocando como instrumentos de Deus para fazermos a vontade dEle. A Palavra de Deus jamais pode ser usada para escravizar a mente, enganar pessoas ou leva-las a fazerem coisas que Jesus não faria se estivesse aqui, pois a Bíblia existe para que possamos conhecer a Jesus e conhecendo sejamos libertos de todas as coisas que limitam o homem de exercer sua condição de representante de Jesus (João 8:32). Se me perguntarem se sou tradicional, responderei que sim, claro ! Jesus me ensinou a ser tradicional, ou seja, nunca me desviar da tradição dEle que é muito boa, aquela que permite que Jesus volte a andar no meio dos pecadores para curar o doente, alimentar o faminto, libertar o encarcerado da alma e ser o Senhor Dono da vida de todo ex “dono de boca” que foi aliciado pelo “deus deste século”, a droga. São essas coisas que Jesus queria que todo salvo mantivesse a tradição que Ele ensinou aos seus discípulos. Qualquer outra maneira de se viver o evangelho de Jesus, que alguns confundem chamando-o de “Tradicional” só serviu pra criar o distanciamento do viver simples de uma Comunidade Cristã da Sociedade, disseminando um medo de se pregar a verdade nos lugares violentos, criou o apego às coisas deste mundo, criou o orgulho de pertencer a uma denominação menosprezando outras que também tem a mesma fé em Jesus favorecendo a divisão de irmãos e supervalorização de coisas secundárias da Bíblia. Troca-se o mandamento de amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo e perde-se a unidade de fé para combater o inimigo como exército de um mesmo Reino. Conseguiram chamar de “Tradição e Essencial a fé” aquilo que o  próprio Jesus consideraria rudimentos do mundo.

Nós da Pibec estamos aprendendo o que é essencial para viver com o caráter de Jesus, sem sermos superficiais.  Entendemos que não precisamos de novas ondas cristãs, nem precisamos inventar a roda, o Evangelho de Jesus é o mesmo e já foi repetido em prismas diferentes através de Mateus, Marcos, Lucas e João. Não precisamos criar um outro, a Bíblia está completa e “o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, lhes ensinará todas as coisas e lhes fará lembrar tudo o que eu lhes disse”(João 14:26) nos garantiu o Senhor, o dono das nossas vidas e Senhor da Igreja que quer nos ensinar pra mantermos a tradição dEle. Aquela necessária para trazer-nos paz em meio às lutas. E isso é melhor e muito mais do que algumas preferências de épocas ou culturas, você não acha ?

Paz nas lutas, só com Jesus.           

Moisés Santos